Arquivo de Tag | revisão

Vaquinha no ponto

O ninho está pronto! Ou pelo menos é o que a citologia diz… Agora fico mais tranquila de saber que está tudo bem comigo, e que já só depende da natureza.

O tourinho e eu conversamos  e decidimos que já não vamos usar camisinha, mesmo que ainda não faça três meses que parei com a pílula e comecei com o ácido fólico. Achamos que a gravidez não vai vir assim tão rápido, e se vier será muito celebrada. Pelo que tenho lido também não seria nenhum problema que uma gravidez desejada e planejada viesse antes destes três primeiros meses, o importante é estar saudável e ter vontade.

Agora é relaxar e ir praticando, que é fundamental! E ir lendo, pesquisando, me informando sobre tudo, já que não posso (pelo menos não agora) contar com a sabedoria das vacas-mãe da família e amigas.

Pues nada, vamos abrir essa porteira e esperar o bezerrinho chegar!

Anúncios

3, 2, 1…

Amanhã vou buscar o resultado da citologia, e saberemos se a vaquinha está liberada para procriar. Ainda não falamos se já vamos abrir mão da camisinha ou não, mas o mais provável é que a gente aproveite para relaxar. Aliás, relaxados já fomos no mês passado, tanto é que eu fiquei meio nelvosa esperando minha menstruação.

É que eu ainda não sabia quando e como viria a dita cuja, e ao haver sido um pouco descuidados, comecei a ficar meio estressada no início do mês. Se o meu primeiro ciclo fosse de 28 dias, eu deveria ter menstruado mais ou menos no dia 27 de abril, mas tudo o que eu tive foi meio que uma TPM até o dia 30. Ok, já tinha lido que tinha que ter paciência porque o corpo ainda tem muito com o que se acostumar. Daí comecei a ter umas perdas de sangue, ah vai começar então, beleza! E fiquei na tal sujeirinha até o dia 4, 35 dias depois da minha última menstruação!

Eu já estava lendo tudo o que achava na internet, se era normal demorar, quais eram os sintomas de gravidez, se podia estar alguma coisa errada, blablablabla. O tourinho coitado já estava até rindo meio nervoso, e decidimos que se não descesse a monstra até o fim de semana faríamos um teste de farmácia. Nunca imaginei que fôssemos ficar tão maluquinhos já no primeiro ciclo. Enfim, li que tinha que esperar mesmo porque é normal que o nosso corpo fique meio pirado depois de parar com a pílula (mas também existem as abençoadas reloginho).

Para a próxima acho que não vai dar galho, porque estamos sendo mais disciplinados e porque estive numa fase esponja (tradução: assexuada, para desespero do marido).

Honestamente? Estou louca para abrir a porteira, largar a camisinha, relaxar e esperar que a natureza se encarregue do resto…já veremos!

Primeiros passos (os nossos)

Dia 23/03 fui à ginecologista para fazer uma revisão e dizer que quero começar a tentar engravidar.  Aqui em Barcelona uso o sistema público de saúde e tudo vai mais lento do que quando tinha convênio particular no Brasil. Só para ter a consulta tive que esperar mais de um mês, e o resultado de um simples papanicolau demora dois meses (!!!) em sair.

A médica deu uma olhada em um hemograma mais ou menos recente e não pediu nada mais, receitou ácido fólico para os três meses anteriores à gestação e disse para parar com a pílula pelo mesmo período. Disse que eu já poderia começar a contar estes três meses antes do resultado dos exames, e se tudo estiver bem só me faltaria um mês para liberar geral.

Assim que depois de algumas noites conversando, decidimos que na semana seguinte eu já não compraria a próxima cartela de anticoncepcional, e que começava oficialmente a nossa fase de “tentantes”.

Estou quase completando o meu primeiro mês sem pílula depois de 14 anos tomando a maldita, ainda não sei como funciona ou funcionará meu corpo sem essas porcarias. O brabo é usar camisinha depois de tantos anos, é difícil para os dois e obviamente não estamos sendo 100% cuidadosos com isso mas no pasa nada. Em um mês terei o resultado do papanicolau e saberemos se ficamos livres em breve ou não.