Arquivo de Tag | dentes

1 ano de bezerrices

Siiiimmm!!! A Bezerrinha completou 1 aninho fora da barriga, e já em pastos gaúchos. Foi um mês com mudança de país, de passar de uma vidinha tranquila só com os papais a morar com a bisavó e ter uma galera em cima todo dia, de dentes novos, de comida quase sem nenhum controle, de passeios de carro ao invés de carrinho…vamos por partes!

Nos últimos dias em Barcelona a Laia foi à praia, fez piquenique de despedida com os amigos, se divertiu em um apê vazio, dormiu no chão. A viagem em si merece um post especial, mas deu tudo certo e ela ficou super bem apesar do cansaço.

A adaptação à nova vida está sendo muito rápida: ela é bem tranquila e rapidinho vai para o colo de qualquer um. Está curtindo muito ter um primão para brincar, uma bisa para mimar, e está comendo várias coisas novas. Ainda não é uma mastigadora compulsiva, mas tenho esperanças.

Na questão da alimentação decidimos não interferir na comida que é normalmente preparada na casa, aproveitando que nessa idade já podem provar quase tudo. Complicado só é controlar os impulsos alheios de oferecer doces e porcarias, explicando que não há necessidade de começar tão cedo com essa basura.

Há poucos dias saíram 3 dentes superiores ao mesmo tempo, e a bichinha também teve reação às vacinas dadas antes da viagem, daí houve uns dias muito ruins com bastante chororô. Mesmo assim é um amor e praticamente não incomodou nada.

Outra novidade na rotina dela é que agora dorme acompanhada: para não voltar ao nosso quarto, dorme no quarto da bisa, mas na sua própria cama de “gente grande”. Como ela só acorda uma ou duas vezes para mamar, até que está dando certo.

A mamãe só está sentindo muita falta de passear com a pequena, botar no carrinho, tomar um sol e ir a qualquer lugar facilmente. Aqui a mobilidade é bem reduzida, se usa muito o carro, e me dá um pouco de pena quando me dou conta de que ela não viu a rua o dia inteiro.

E a superdupermega notícia do primeiro aninho é ELA CAMINHOU!!! Na frente de tooooda a família, deu seus primeiros passos, na minha direção. Chorei que nem sei (e todos os membros femininos do rebanho também), quase morri de orgulho de ver minha pitoca crescendo, deixando de ser um bebezinho e se entregando para o mundo.

Estamos muito felizes, meio bagunçados ainda, mas com esperanças de uma nova etapa bacana para a nossa família. É possível que eu demore um pouco para escrever novos posts, mas pretendo manter o blog o mais atualizado possível.

A comemoração da Bezerrinha

A comemoração da Bezerrinha

Mimosa, mesmo vestida de outro bicho!

Mimosa, mesmo vestida de outro bicho!

 

 

10 meses de bezerrices

Não teve tanta novidade como o anterior, mas cada mês merece ser comemorado e registrado!
Falei que tinha medo que rolasse uma queda da minha cama na hora das mamadas, dito e feito: um dia ela estava na tetada da manhã, ferrei no sono e acordamos com um barulhão e um choro horrível! Quase morri de culpa me achando malamadre, mas um pouco de peito e mimos foram suficientes para que a Laia estivesse rindo e conversando em poucos minutos. Mas a cabeça anda sendo atraída ao chão frequentemente, juro que tem hora que estou cuidando e não sei como em um segundo BAM! Porrada! E ela tem a habilidade de cair até quando já está deitada, incrível. Também já fez um kamikaze do sofá na hora da siesta e tivemos que adaptar o canto dos brinquedos para ser também caminha.

O novo cantinho da siesta

O novo cantinho da siesta

Além de estar atenta aos tombos agora é uma canseira só ficar em casa com essa bichinha, engatinha por toda a casa na velocidade máxima, levanta e abaixa milhares de vezes, morde cabos, chupa chinelos, come rejunte, papel ou qualquer outra coisa do chão… Tenho um filhote de cachorro e não uma bezerrinha! E essa hiperatividade está coincidindo com o nosso processo de mudança, então imaginem o caos.

Dentes de vampiro ou brinquedo inteiro na boca?

Dentes de vampiro ou brinquedo inteiro na boca?

Sem falar que o grude é incrível, se ela está distraída e saímos um minuto de perto ela vem imediatamente se pendurar nas nossas pernas. O jeito é levá-la onde formos e ir dando objetos variados para conseguir realizar simples tarefas!
E a obediência zero da pessoinha? O “não” é o mesmo que “dá um sorriso safado e segue atentando contra a tua segurança”. A gente insiste, mas o mais eficaz é mudar o foco, e levar a bichinha para outro lado.
Não saíram mais dentes, mas com os dois que deram as caras ela aprendeu a fazer algo beeeem bacana: morder o meu mamilo! Céus, já falei, já gritei e até uma palmada dei do susto (me julguem, mas foi reflexo mesmo). Sossegou, mas se seguir assim teremos que pensar seriamente em desmame, porque não curto masoquismo.

Meus dois dentoes!

Meus dois dentoes!

Eu vou enrolando pra não ter que falar de comida, mas tem que comentar né: HAJA SACO!!! Numa semana ela resolve que tudo é gostoso, na outra parece que desaprende a comer. Um passo para a frente e três para trás, bate o desânimo. Já me arrependi de nunca ter oferecido mamadeira ou chupeta, de ter começado com o BLW antes das papinhas, já pensei em fazer terrorismo e negar a teta até se entregar aos cereais. Enfim, tento respirar fundo e repetir pra mim mesma que um dia vai, um dia vai, um dia vai… Seguimos oferecendo diariamente as duas refeições principais, e dependendo da lua (a nossa, a dela, conjunções) algo de manhã e de tarde.
Espero poder contar que as coisas evoluíram no próximo mês!

Comemorando o mêsversário na piscina!

Comemorando o mêsversário na piscina!