7 meses de bezerrices

A matraquice certamente é de família e chegou pra ficar! Ela “conversa” fazendo muito esforço, muitos sopros (com direito a litros de baba), muitos “ããã”, muitas “puxadas de ar”. Tem hora que parece um macaquinho por causa da gritaria e tem hora que está mais para cachorro porque fica arfando, hilário. Acho impossível descrever os sons, hehe.
Começou a provar alimentos além do leite materno, mas não come ainda. Como assim? Ofereci algumas coisas (batata, cenoura, abobrinha, pêra, arroz, aveia, polenta) mas ainda não encheu a boca, ainda fica cuspindo o que acabou de entrar, e engoliu quantidades ínfimas. O que me impressionou é que com o “nada” que chega na barriga o cocô já muda um monte. Já provou água também mas estranhou e não quis nem saber do meu leite fora da embalagem original (nem mamadeira, nem copinho).
Eu tento levar isso tudo numa boa e com calma porque não tenho que voltar a trabalhar, porque não temos uma rotina rígida, mas estou botando minhas esperanças de ter um tempo para mim assim que ela puder se alimentar e ficar umas horinhas separada da mamãe.
Ah a separação… Graças ao isolamento social de sermos expatriados sem família, a bezerrinha está um grude só! Os adultos com quem convivemos mais basicamente são as outras mães, que estão cuidando dos seus filhos e portanto raramente a pegam no colo, daí quando lá de vez em quando tento passar a bichinha para braços alheios começa o show. Chora como em dia de vacina, me olha meio desesperada, e mesmo quando resgatada rapidamente fica com aquele suspiro sentido uns quantos minutos. E isso que sou super despachada, por mim pode pegar e virar do avesso, mas imagino que seja normal na nossa situação. O Tourinho faz o possível para ajudar, mas às vezes até com ele fica chatinha.
Ah e como esse é o único inverno dela aqui na Espanha, levamos a Laia para ver a neve, e foi muito gostoso fazer a primeira viagenzinha em família. Loucura que para uma noite fora se leva mais coisas para esse bichinho do que para o casal!

20140306-231333.jpg

Anúncios

2 pensamentos sobre “7 meses de bezerrices

  1. Que foto maravilhosa! ❤
    Também estamos programando uma viagem assim. Deve ser uma delícia!

    Malu tá igualzinha a Laia em dois aspectos: a comida e a carência. Tamos aqui devagarzinho também, mais lambendo as coisas do que comendo. E não quer nem saber de colo dos outros, mal e mal o do pai. Tadicas, uma hora elas não vão nem querer mais saber de andarem agarradas com as mães. hahahahaha

    Beijos!

    • Ai Romana com o celular não consigo comentar no teu blog (burrice eu sei!!!)…mas eu ia te dizer que elas estão sim super parecidas, amei teu ultimo post! Bjo

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s