Mês #6

Entre as semanas 20 e 21 eu finalmente senti a bezerrinha mexer. Antes disso tinha sentido alguma cosquinha, algum movimento estranho, mas eram coisas muito suaves e que não se repetiam, daí eu não tinha certeza. Mas num domingo eu voltei a sentir as cosquinhas, agora mais insistentes, e umas “voltinhas” dentro da barriga que não tinha como ser gases, hehehe. Uns três dias mais tarde a festa era tão grande que já se sentia por fora e puxei rapidamente a mão do Tourinho para ele sentir a filhota. Foi muito legal, ela deu várias patadas (ou socos, ou cabeçadas, a saber…) e ficamos ali rindo que nem bobos. A cena gerou um pequeno momento “hormônios doidos” e desatei a chorar. Mas fora esse episódio estou bem pouco chorona, coisa que me impressiona, porque sou uma manteiga derretida.

Demais novidades deste mês: comecei a ir na academia! Primeiro umas sessões curtas de esteira, alguns exercícios com um elástico (no lugar de pesos), e uns passeinhos pela piscina. E agora duas aulas por semana de natação para grávidas. Já que comer menos está bem difícil, pelo menos tento gastar um pouco das calorias extra e assim vou preparando o corpo para a maratona que será o trabalho de parto.

Fiz o tal exame da glicose (o de tomar o suquinho doce) e agora tenho que esperar os resultados, espero que esteja tudo nos conformes, mas este mês não tive mais nenhuma consulta (só dentro de duas semanas).

Os peitos não incomodam… não sei se me acostumei, se estão menos sensíveis, ou se com o uso dos sutiãs apropriados e tops para dormir me sinto mais confortável. Ah e já não sou uma esponja! Ok que não sou nenhuma ninfomaníaca, mas mesmo redonda estou me achando.

Além disso a Laia já tem em casa dois carrinhos, um emprestado mais adequado aos primeiros meses, e outro comprado por nós para quando for maiorzinha, e uma cômoda também emprestada, com trocador e banheira, e que já está lotada. Ainda falta muita coisa, mas prefiro deixar o resto das compras para mais adiante um pouco. É uma sensação estranha isso de que pouco a pouco ela vai conquistando o espaço dela na casa, e não só no meu corpo…

E o principal destas 24 semanas? É que já entramos na etapa do bebê “viável”, ou seja, se nascesse prematura (toc, toc, toc, bate na madeira) os médicos já fariam o possível para que ela vingasse! Dá uma certa segurança, um tipo de alívio pensar nisso…sei lá.

Foto do panção:

blog6

Anúncios

3 pensamentos sobre “Mês #6

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s