Violência obstétrica

Desde que comecei a navegar pelo mundo materno na internet me chamaram a atenção os dados sobre as cesáreas x partos normais. Sempre fui uma defensora do parto normal, quero parto(s) normal(is) para mim, mas nunca imaginei que no Brasil estivesse cada vez mais difícil consegui-lo.

E quando não é só a enrolação para forçar uma cirurgia o que ofende, machuca, violenta uma mulher? E quando é o descaso, a falta de informação, a falta de empatia, de humanidade. Espero ser suficientemente forte e teimosa para me posicionar com firmeza durante a(s) minha(s) gestação(ões) e evitar passar por qualquer constrangimento durante um período que deve ser especial.

Compartilho o vídeo que está dando a volta pela web, visto no blog Bem que se Quis, para que se ouçam bem as vozes destas mulheres:

O mais incrível ao acabar de ver o vídeo, foi que me dei conta de que conheço vários casos de violência obstétrica, de amigas e familiares, que acabam virando “causos” porque simplesmente não há muito o que fazer. Ojalá esta situação mude imediatamente!

Anúncios

Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s